VERGONHA NACIONAL - Padre acusado de desviar €208 mil de crianças africanas

O pároco de Ribamar, Lourinhã, Joaquim Batalha, responsável peça Fundação João XXIII/Casa Oeste, e uma voluntária da instituição foram constituídos arguidos, acusados de burla qualificada e fraude fiscal, avança o Correio da Manhã.


Em causa está a venda de mais de 2.700 peças de vestuário doadas por uma empresa para serem entregues a famílias carenciadas de Guiné-Bissau e que foram vendidas em Mafra e em Torres Vedras.

A GNR apreendeu esta segunda-feira os artigos vendidos numa loja ilegal e que foram avaliados em 208.125 euros.

O padre negou qualquer crime. "Confirmo a busca nas nossas instalações, na sede da fundação e no nosso armazém, mas garanto que aqui não encontraram nada", disse ao diário.

O responsável acusa a voluntária. "Se alguma coisa foi apreendida foi na loja dessa voluntária, que eu desconheço e que nada tem a ver connosco", garantiu. 

Fonte e Foto: Revista Sábado
Portugal (647) Portugueses (237) Saúde (187) EUA (77) Alimentos (73) PSD (64) Lisboa (63) Mulher (55) Alimentação (50) Refugiados (50) Europa (41) Homem (41) Corrupção (33) UK (33) Politica (32) PS (31) França (30) Angola (29) Donald Trump (29) Brasil (28) português (28) Passos Coelho (27) Paulo Portas (26) Amor (25) Animais (25) Futebol (25) Marcelo Rebelo de Sousa (25) Presidente da República (25) Policia (22) Água (22) Alerta (21) Emigrante (21) Crianças (20) António Costa (19) BES (19) Criança (19) Bebida (17) Euros (17) Espanha (16) Mãe (16) Verão (16) Estado Islâmico (15) Politicos (15) Salário (15) DAESH (12) PCP (11) Relações (11)